fbpx

Erika Hilton (PSOL) aciona MP-SP por investigação de homofobia contra mulher que atacou casal em SP

A deputada federal Erika Hilton (PSOL), ao lado da ativista trans Amanda Paschoal, entrou com representação junto ao Ministério Público de São Paulo (MP-SP) para investigar o caso em que uma mulher agrediu e ofendeu um casal gay em uma padaria no bairro Santa Cecília, no centro da capital paulista.

A ação solicita que o Grupo Especial de Combate à Intolerância do Ministério Público assuma a investigação do caso. Além de investigar a acusada, a deputada também pede apuração da conduta da padaria Iracema e da Polícia Militar por negligência.

“O estabelecimento, aparentemente, não tomou as devidas providências para que a criminosa fosse retirada do local, o que permitiu que ela permanecesse agredindo Rafael e Adrian, enquanto a Polícia Militar só se dirigiu ao local após quatro denúncias feitas por telefone”, disse Erika ao anunciar a ação.

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas