fbpx

Governo Lula atende pedido do PSOL e interrompe venda de armas ao Peru

O governo Lula acatou um pedido do PSOL, feito pela deputada federal Fernanda Melchionna ao Itamaraty, e interromper a venda de armas letais para o Peru enquanto o país seguir reprimindo as manifestações contra a deposição do então presidente Pedro Castillo. O governo golpista atual, de Dina Boluarte, utilizava armamento brasileiro para reprimir críticos e se manter no poder.

A decisão foi confirmada pelo chanceler Mauro Vieira. “Levei isso ao presidente. Não vamos vender mais armas ao Peru. As armas que estão lá foram vendidas há três anos”, declarou o chanceler, durante audiência na Câmara na última quarta-feira (24). “Enquanto a situação perdurar não existirá essa exportação”, reafirmou.

O Ministério Público do Peru intimou Boluarte a depor, na próxima quarta-feira (31), em uma investigação que apura a responsabilidade da presidente golpista nas mortes de mais de 50 manifestantes em protestos contra a deposição de Castillo em dezembro do ano passado.

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
6,654SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas