fbpx

PSOL aciona STF contra decretos antivacina em Santa Catarina

O PSOL de Santa Catarina entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) na última semana para derrubar uma série de medidas antivacina aplicadas pelo governador Jorginho Mello (PL) e por outros 31 prefeitos catarinenses.

Desde o início de fevereiro essas ações contrárias à vacinação infantil contra Covid têm proliferado em Santa Catarina. Nas últimas semanas, o PSOL tem alertado que tais medidas desinformam a população ao sinalizar de maneira anti-científica que a vacinação infantil é “opcional” e uma “decisão dos pais”.

“Para o PSOL, as medidas afrontam diretamente preceitos fundamentais da Constituição, como o direito à vida, direito à saúde e a proteção integral da criança e do adolescente, constituindo ameaça à saúde pública”, disse o Diretório Estadual do PSOL Santa Catarina em nota oficial à imprensa catarinense.

“É flagrante a negação ao direito à vida e à saúde, de forma generalizada e orquestrada por políticos de extrema-direita”, conclui.

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
1,896SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas