fbpx

PSOL pede prisão preventiva de General Hamilton Mourão ao STF

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) na última quinta-feira (8) para pedir a prisão preventiva e a quebra de sigilo telefônico do ex-vice de Jair Bolsonaro e atualmente senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS).

Mourão, em discurso no plenário do Senado Federal após a Operação da PF que encontrou diversas provas de uma conspiração golpista dentro do governo do qual fazia parte, conclamou os comandantes das Forças Armadas a não se omitirem contra o que chamou de “condução arbitrária de processos ilegais” que atingem os integrantes da instituição.

Os parlamentares do PSOL pedem que o senador seja investigado por atentar contra a democracia e o Estado de Direito. Pedem também que seja feita busca e apreensão de “provas e documentos para evitar qualquer tipo de destruição ou ocultamento de indícios criminosos”.

“É evidente que o senador Hamilton Mourão — e seu golpismo, mais do que provado nesta petição – causa concreto risco à ordem pública, posto que seu ato visa insuflar a base bolsonarista, cada vez mais radicalizada”, diz o documento enviado ao ministro do STF Alexandre de Moraes.

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas