fbpx

Renata Souza (PSOL) pede que ONU acompanhe investigações da chacina do Jacarezinho (RJ)


A deputada estadual Renata Souza (PSOL) encaminhou nesta semana ofícios à Organização das Nações Unidas (ONU) e ao Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) com um pedido de missão urgente no Rio de Janeiro, para o acompanhamento das investigações das 28 mortes ocorridas na favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio, na última quinta-feira (6).
Para a deputada, esse acompanhamento externo é essencial. “Precisamos garantir a lisura das investigações, pois há muitos interesses envolvidos nesse caso. E neste momento há uma disputa em torno de modelos distintos de segurança pública”, afirmou.
A parlamentar já havia notificado a Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre a gravidade das consequências da operação da Polícia Civil no Jacarezinho.
“Precisamos lutar para que chacinas como essa não mais se repitam. Isso ainda acontece porque ainda há quem acredite na falsa ideia de que matanças promovidas pelo Estado poderiam garantir mais segurança. O governador Cláudio Castro foi a público defender essa operação sangrenta para dialogar com esse público. O tempo já comprovou que essa política racista e genocida é um total fracasso e, pelo contrário, contribui ainda mais para o aumento da violência”, disse Souza.
Na última sexta-feira (7), o escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) solicitou ao Estado brasileiro uma investigação independente da Operação da Polícia Civil.
Segundo o porta-voz da ONU para Direitos Humanos, Rupert Colville, o pedido é para uma “promotoria que conduza uma investigação independente e ampla sobre o caso, de acordo com os padrões internacionais”.

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
7,236SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas