fbpx

Nota do PSOL contra a perseguição judicial e política a Daniel Jadue, prefeito de Recoleta, no Chile

O PSOL vê com grande preocupação a perseguição comunicacional, judicial e política contra Daniel Jadue, Prefeito de Recoleta, cidade da Região Metropolitana de Santiago. Acabamos de ver a decretação de sua prisão preventiva com a alegação de uso da rede privada de farmácias para assegurar medicamentos de baixo custo durante a pandemia.

Compartilhamos da preocupação apresentada pela Comissão Chilena de Direitos Humanos de que este processo é questionável do ponto de vista legal.

Mais uma vez, o alerta democrático em nossa região foi ligado. O lawfare – uso das estruturas do poder Judiciário para perseguir adversários – segue a todo vapor na América Latina. Depois de casos recentes no Equador, Peru e Argentina, agora essa metodologia jurídico-política se volta contra Daniel Jadue, um dos principais nomes do Partido Comunista do Chile, que é também uma liderança respeitada e com histórico de posições corajosas.

O lawfare significa a destruição da democracia e da soberania popular. O PSOL se solidariza a Daniel Jadue e ao povo de Recoleta que o elegeu: a justiça é importante demais para deixá-la nas mãos de interesses arbitrários.

Executiva Nacional do PSOL
07 de junho de 2024

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
7,237SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas