fbpx

PSOL quer obrigar governo a fornecer água, sabão e álcool em gel para favelas e comunidades

O PSOL protocola nesta semana um projeto de lei com um plano emergencial de combate ao Covid-19 nas favelas e periferias de todo o país. As formas mais eficientes de combate e prevenção ao novo coronavírus comprovadamente são o distanciamento social e lavar constantemente as mãos com água e sabão. No entanto, o acesso a água não é um direito garantido em favelas e periferias no país. No Estado do Rio, por exemplo, mais de 20% da população vive em favelas.

O PSOL entende que é urgente a garantia do acesso à água e sabão para o combate à pandemia de coronavírus. É por isso que a bancada federal do partido apresenta um projeto de lei para determinar que o governo, em conjunto com estados e municípios, elabore um plano emergencial com o objetivo de garantir, com urgência, o direito básico de acesso à água nas favelas e periferias e garantir a essas áreas a distribuição de cestas básicas e kits de higiene com insumos básicos: sabonete, água sanitária, detergente, álcool gel e água potável. Os kits deverão ser acompanhados de informativos sobre a pandemia e instruções de como lavar as mãos apropriadamente para prevenir o contágio e disseminação do vírus.

Enquanto Bolsonaro propõe a precarização das relações de trabalho e quer retirar o salário dos trabalhadores, o plano emergencial para enfrentamento ao Covid-19 nas favelas e periferias tem o objetivo de garantir água e materiais essenciais à prevenção e combate do vírus. Essas medidas são fundamentais para proteger os trabalhadores e trabalhadoras brasileiros e se somam a outras medidas de proteção aos trabalhadores mais vulneráveis propostas pelo PSOL, como o estabelecimento de uma renda básica emergencial.

Cadastre-se e receba informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
516,354SeguidoresSeguir

Últimas