fbpx

Carta em apoio a Ada Colau, prefeita de Barcelona que rompeu laços com Israel

Saudamos a prefeita de Barcelona, ​​Ada Colau, por sua corajosa decisão de suspender os laços institucionais com Israel, incluindo o acordo de irmanamento com Tel Aviv, até que os palestinos possam viver em liberdade, sem ocupação militar e apartheid.

Isso nos lembra dos corajosos Conselhos Municipais, pioneiros na suspensão dos vínculos passados com a África do Sul, durante o apartheid.

Após relatórios das principais organizações internacionais de direitos humanos palestinas, sul-africanas, israelenses – os quais designam Israel como um estado de apartheid e exigem medidas efetivas para cessar a cumplicidade com ele – a decisão de Barcelona deve inspirar instituições ao redor do mundo a interromper seu envolvimento com regimes de opressão. Afinal, o apartheid é um crime contra a humanidade.

Nós, os signatários, nos opomos ao racismo em todas as suas formas e defendemos os princípios de justiça e direitos humanos de uma maneira holística, incluindo os palestinos.  Estamos moralmente indignados com as reações vazias de governos poderosos, os quais, ante as graves violações de Israel aos direitos palestinos sob a legislação internacional, somente expressam “preocupação”. Enquanto isso, há décadas armam, financiam e eximem de responsabilidade o sistema de injustiça em Israel, continuando os negócios como sempre.

Com o atual governo israelense – o mais de extrema-direita, racista, sexista e homofóbico de todos os tempos –, mais do que nunca, é necessário exercer pressão para acabar com sua impunidade e fazer valer o respeito aos direitos palestinos sob a lei internacional.

Parabenizamos todos que tornaram essa decisão possível, especialmente os ativistas de direitos humanos que trabalharam incansavelmente e abnegadamente para concretizá-la. Todos vocês nos dão esperança de que a justiça, a liberdade, a igualdade e a dignidade para todos possam prevalecer.

ASSINATURAS

Partido Socialismo e Liberdade (PSOL)

Aki Kaurismaki – Diretor, roteirista

Adolfo Pérez Esquivel – organizador comunitário, artista, escritor, laureado Nobel

Alexei Sayle – Escritor, comediante, radialista

Alia Shawkat – Ator

Angela Davis – Filósofa, estudiosa

Annie Ernaux – Autora, Prêmio Nobel

Arundhati Roy – Autor

Bella Freud – Estilista

Brian Eno – Músico, produtor

Cherien Dabis – Diretor, roteirista, ator

Christy Moore – Cantora e compositora

Edmilson Rodrigues (PSOL) – Prefeito de Belém (PA), Brasil

Fernando Meirelles – Diretor, roteirista, produtor

George P. Smith – Bioquímico, Prêmio Nobel

Gillian Slovo – Autora, dramaturga

Gloria Wekker – Autora, estudiosa

Hanan Ashrawi – Legislador, político

Jody Williams – Ativista dos direitos humanos, ganhadora do Prêmio Nobel

Judith Butler – Filósofa, escritora

Julie Christie – Ator

Kamila Shamsie – Autora

Ken Loach – Diretor de cinema

Lakhdar Brahimi – Diplomata argelino da ONU

Liam Cunningham – Ator

Mairead Maguire – Ativista pela paz, ganhadora do Nobel

Marianne Faithful – Músico

Mark Ruffalo – Ator

Maxine Peake – Ator

Michael Malarkey – Ator

Michael Mansfield KC – Advogado

Mike Leigh – Diretor, roteirista

Mira Nair – Diretora de cinema

Miriam Margolyes – Ator

Mustafa Barghouti – Legislador, político

Naomi Klein – Autora

Nkosi Zwelivelile “Mandla” Mandela – Legislador, África do Sul

Nora Cortiñas – Co-fundadora, Mães da Plaza de Mayo

Paul Laverty – Roteirista

Peter Gabriel – Músico

Raja Shehadeh – Escritor e advogado

Raji Sourani – Diretor, Centro Palestino de Direitos Humanos

Ramin Bahrani – Diretor, roteirista

Ramy Youssef – Comediante, ator, escritor, diretor

Robyn Slovo – Produtora de cinema e TV

Ronan Bennett – Roteirista, autor

Ronnie Kasrils – Ex-ministro do governo de Nelson Mandela

Ruchama Marton – Fundador, Physicians for Human Rights-Israel

Sara Driver – Diretora de cinema

Sepideh Moafi – Ator

Seun Kuti – Músico

Stephen Rea – Ator

Suad Amiry – Autor e arquiteto

Susan Sarandon – Atriz

Tunde Adebimpe – Músico e ator

V (anteriormente Eve Ensler) – Dramaturgo

Viggo Mortensen – Ator, escritor, diretor, produtor

Yanis Varoufakis – Legislador e economista

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas