fbpx

Nota do PSOL sobre a criminalização de lideranças indígenas no Equador

O PSOL expressa seu repúdio a qualquer tentativa de criminalização de lideranças da Confederação de Nacionalidades de Indígenas do Equador (CONAIE) e demais movimentos sociais e populares no Equador que realizaram um Paro Nacional iniciado em 13 de Junho de 2022. Leônidas Iza Salazar, presidente da CONAIE, passou 24h detido ilegalmente, em função do #ParoEcuador.

Esta mobilização nacional foi chamada por 10 (dez) demandas, sendo as principais a defesa do congelamento dos preços do diesel e da gasolina, controle de preços para os produtos da cesta básica, empregos e direitos trabalhistas e contra a ampliação da fronteira extrativista e mineradora. Lutar não é crime! Todo apoio à luta social e popular no Equador.

Partido Socialismo e Liberdade

15/06/2022

Cadastre-se e recebe informações do PSOL

Relacionados

PSOL nas Redes

469,924FãsCurtir
362,000SeguidoresSeguir
7,236SeguidoresSeguir
515,202SeguidoresSeguir

Últimas