fbpx

CRESCE A BANCADA DO PSOL

Em 2018, dobramos a nossa bancada federal e superamos a cláusula de barreira, fortalecendo
a luta e a representatividade do partido. Conheça a nova bancada federal do PSOL!

Clique na foto e veja a história de cada um

Áurea
Carolina (MG)

David
Miranda (RJ)

Edmilson
Rodrigues (PA)

Fernanda
Melchionna (RS)

Glauber
Braga (RJ)

Ivan
Valente (SP)

Luiza
Erundina (SP)

Marcelo
Freixo (RJ)

Sâmia
Bomfim (SP)

Talíria
Petrone (RJ)

CRESCE A BANCADA
DO PSOL

Em 2018, dobramos a bancada federal eleita em relação a 2014 e superamos a cláusula de barreira. Bancada que se fortalece na luta e com representatividade – somos o único partido com paridade de gênero na Câmara.
Conheça a nova bancada federal do PSOL!

Clique na foto e veja a história de cada um

Áurea Carolina (MG)David Miranda (RJ)

 

 

 

Áurea Carolina

Áurea Carolina

Minas Gerais

Áurea Carolina é educadora popular, especialista em gênero e igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona, mestra em ciência política pela UFMG e Deputada Federal eleita. Em 2006, foi candidata a vereadora em Belo Horizonte pelas Muitas/PSOL,  se elegeu com a maior votação da cidade: 17.420 votos.

Na Câmara Municipal, construiu a Gabinetona, um mandato coletivo junto à vereadora Cida Falabella e a então suplente Bella Gonçalves – que assumiu o cargo em novembro de 2018. Se dedica às causas das mulheres, da negritude, LGBT, das juventudes, dos povos e comunidades tradicionais e das pessoas que vivem nas periferias.

Em 2018 recebeu 162.740 votos, a quinta maior votação do estado. Assim, se tornou a primeira Deputada Federal pelo PSOL em Minas Gerais.

Áurea Carolina

Minas Gerais

Áurea Carolina é educadora popular, especialista em gênero e igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona, mestra em ciência política pela UFMG e Deputada Federal eleita. Em 2006, foi candidata a vereadora em Belo Horizonte pelas Muitas/PSOL,  se elegeu com a maior votação da cidade: 17.420 votos.

Na Câmara Municipal, construiu a Gabinetona, um mandato coletivo junto à vereadora Cida Falabella e a então suplente Bella Gonçalves – que assumiu o cargo em novembro de 2018. Se dedica às causas das mulheres, da negritude, LGBT, das juventudes, dos povos e comunidades tradicionais e das pessoas que vivem nas periferias.

Em 2018 recebeu 162.740 votos, a quinta maior votação do estado. Assim, se tornou a primeira Deputada Federal pelo PSOL em Minas Gerais.

David Miranda

Rio de Janeiro

David Miranda é formado em Marketing pela ESPM/RJ e jornalista. Em 2016, David teve 7.012 votos e se elegeu vereador da cidade do Rio de Janeiro. Em 2018, David se candidatou a deputado federal, quando recebeu 17.356 votos e tornou-se o primeiro suplente da bancada do PSOL no estado.

Jean Wyllys decidiu não assumir seu terceiro mandato em razão de ameaças sofridas por anos à sua vida e a de seus familiares, sem que o Estado garantisse a sua segurança. Assim, David Miranda assumiu o mandato como Deputado Federal.

David é uma referência das causas LGBT, dos direitos humanos e civis, da comunicação e da liberdade.

david-miranda2

David Miranda

Rio de Janeiro

David Miranda é formado em Marketing pela ESPM/RJ e jornalista. Em 2016, David teve 7.012 votos e se elegeu vereador da cidade do Rio de Janeiro. Em 2018, David se candidatou a deputado federal, quando recebeu 17.356 votos e tornou-se o primeiro suplente da bancada do PSOL no estado.

Jean Wyllys decidiu não assumir seu terceiro mandato em razão de ameaças sofridas por anos à sua vida e a de seus familiares, sem que o Estado garantisse a sua segurança. Assim, David Miranda assumiu o mandato como Deputado Federal.

David é uma referência das causas LGBT, dos direitos humanos e civis, da comunicação e da liberdade.

Edmilson Rodrigues

Pará

Edmilson Rodrigues é professor, arquiteto graduado pela Universidade Federal do Pará e deputado federal.

Doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP) com uma tese sobre o processo de privatização da água na Amazônia, leciona no Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal Rural da Amazônia.

Edmilson, ainda filiado ao PT, foi prefeito de Belém por dois mandatos, de 1997 a 2004. Antes, teve dois mandatos de deputado estadual, de 1987 a 1994. Em 2010, foi o deputado mais votado da história do Pará. Em 2014, se reelegeu com mais de 170 mil votos. Em 2015, foi apontado como um dos cem parlamentares mais influentes do Congresso pelo DIAP. Em 2018, se reelegeu deputado federal como o mais votado do estado.

Edmilson Rodrigues

Edmilson Rodrigues

Pará

Edmilson Rodrigues é professor, arquiteto graduado pela Universidade Federal do Pará e deputado federal.

Doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP) com uma tese sobre o processo de privatização da água na Amazônia, leciona no Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal Rural da Amazônia.

Edmilson, ainda filiado ao PT, foi prefeito de Belém por dois mandatos, de 1997 a 2004. Antes, teve dois mandatos de deputado estadual, de 1987 a 1994. Em 2010, foi o deputado mais votado da história do Pará. Em 2014, se reelegeu com mais de 170 mil votos. Em 2015, foi apontado como um dos cem parlamentares mais influentes do Congresso pelo DIAP. Em 2018, se reelegeu deputado federal como o mais votado do estado.

Fernanda Melchionna

Fernanda Melchionna

Rio Grande do Sul

Fernanda Melchionna é bancária licenciada do Banrisul, militante feminista e deputada federal eleita pelo PSOL no RS.

Fundadora do PSOL, foi do Diretório Central dos Estudantes da UFRGS. Em 2008, elegeu-se vereadora em Porto Alegre, sendo reeleita em 2012 e em 2016, quando foi a mais votada da cidade, com 14.630 votos.

Como vereadora, Fernanda foi fundamental na luta contra o aumento de tarifa do transporte público, pelo passe-livre e a melhoria do serviço. Em parceria com o então vereador Pedro Ruas, foi responsável pelo projeto que rebatizou a Avenida Presidente Castelo Branco como Avenida da Legalidade e da Democracia.

Em 2018, foi eleita para o seu primeiro mandato como deputada federal.

Fernanda Melchionna

Rio Grande do Sul

Fernanda Melchionna é bancária licenciada do Banrisul, militante feminista e deputada federal eleita pelo PSOL no RS.

Fundadora do PSOL, foi do Diretório Central dos Estudantes da UFRGS. Em 2008, elegeu-se vereadora em Porto Alegre, sendo reeleita em 2012 e em 2016, quando foi a mais votada da cidade, com 14.630 votos.

Como vereadora, Fernanda foi fundamental na luta contra o aumento de tarifa do transporte público, pelo passe-livre e a melhoria do serviço. Em parceria com o então vereador Pedro Ruas, foi responsável pelo projeto que rebatizou a Avenida Presidente Castelo Branco como Avenida da Legalidade e da Democracia.

Em 2018, foi eleita para o seu primeiro mandato como deputada federal.

Glauber Braga

Rio de Janeiro

Glauber Braga é advogado e deputado federal pelo RJ, sendo considerado pelo Prêmio Congresso em Foco um dos melhores do país desde 2013. No mesmo ano, o DIAP apontou Glauber como um dos 150 Parlamentares mais influentes do Congresso.

À época filiado ao PSB, Glauber foi relator da Comissão Especial de Medidas Preventivas Diante das Catástrofes Climáticas, que resultou na primeira Lei Nacional de Prevenção e Resposta a Desastres Naturais. Em 2014, assumiu a Presidência da Comissão de Educação na Câmara dos Deputados.

Já em 2015, Glauber se filia ao PSOL, por onde sai candidato à prefeitura de Nova Friburgo (RJ) em 2016, ficando em segundo lugar, e se reelege deputado federal em 2018.

Glauber Braga

Glauber Braga

Rio de Janeiro

Glauber Braga é advogado e deputado federal pelo RJ, sendo considerado pelo Prêmio Congresso em Foco um dos melhores do país desde 2013. No mesmo ano, o DIAP apontou Glauber como um dos 150 Parlamentares mais influentes do Congresso.

À época filiado ao PSB, Glauber foi relator da Comissão Especial de Medidas Preventivas Diante das Catástrofes Climáticas, que resultou na primeira Lei Nacional de Prevenção e Resposta a Desastres Naturais. Em 2014, assumiu a Presidência da Comissão de Educação na Câmara dos Deputados.

Já em 2015, Glauber se filia ao PSOL, por onde sai candidato à prefeitura de Nova Friburgo (RJ) em 2016, ficando em segundo lugar, e se reelege deputado federal em 2018.

Ivan Valente

Ivan Valente

São Paulo

Ivan Valente é engenheiro, professor e deputado federal. É lutador pelas causas sociais desde a década de 1960, na resistência à Ditadura Militar – pela qual foi preso e torturado.

Em 1997, Ivan foi o escolhido por movimentos da educação para apresentar na Câmara a proposta da sociedade civil para o primeiro Plano Nacional de Educação, que previa o investimento de 10% do PIB na área.

Ivan se destaca no combate à corrupção, defesa do meio ambiente, educação e saúde, tendo liderado lutas contra os agrotóxicos nos alimentos, os abusos dos planos de saúde, a reforma no Código Florestal e pela aprovação do Voto Aberto na Câmara. Também foi autor da CPI da Dívida Pública e um dos autores do pedido que resultou na cassação de Eduardo Cunha.

Ivan Valente

São Paulo

Ivan Valente é engenheiro, professor e deputado federal. É lutador pelas causas sociais desde a década de 1960, na resistência à Ditadura Militar – pela qual foi preso e torturado.

Em 1997, Ivan foi o escolhido por movimentos da educação para apresentar na Câmara a proposta da sociedade civil para o primeiro Plano Nacional de Educação, que previa o investimento de 10% do PIB na área.

Ivan se destaca no combate à corrupção, defesa do meio ambiente, educação e saúde, tendo liderado lutas contra os agrotóxicos nos alimentos, os abusos dos planos de saúde, a reforma no Código Florestal e pela aprovação do Voto Aberto na Câmara. Também foi autor da CPI da Dívida Pública e um dos autores do pedido que resultou na cassação de Eduardo Cunha.

Marcelo Freixo

Marcelo Freixo

Rio de Janeiro

Marcelo Freixo é historiador e deputado federal eleito, após ter exercido 3 mandatos consecutivos como deputado estadual no Rio de Janeiro.

Começou sua militância atuando no sistema prisional e na luta por cidadania para moradores de favelas. Na Alerj, presidiu por 10 anos a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania, onde trabalhou junto à então assessora Marielle Franco. Presidiu as CPIs do Tráfico de Armas e das Milícias, que resultou na prisão de diversos milicianos e parlamentares envolvidos com os grupos paramilitares.

Foi candidato à prefeitura do Rio de Janeiro em 2012 e 2016 e, em 2014, foi o deputado estadual mais votado do Brasil, com mais de 350 mil votos. Em 2018, se elegeu para o seu primeiro mandato de deputado federal.

Marcelo Freixo

Rio de Janeiro

Marcelo Freixo é historiador e deputado federal eleito, após ter exercido 3 mandatos consecutivos como deputado estadual no Rio de Janeiro.

Começou sua militância atuando no sistema prisional e na luta por cidadania para moradores de favelas. Na Alerj, presidiu por 10 anos a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania, onde trabalhou junto à então assessora Marielle Franco. Presidiu as CPIs do Tráfico de Armas e das Milícias, que resultou na prisão de diversos milicianos e parlamentares envolvidos com os grupos paramilitares.

Foi candidato à prefeitura do Rio de Janeiro em 2012 e 2016 e, em 2014, foi o deputado estadual mais votado do Brasil, com mais de 350 mil votos. Em 2018, se elegeu para o seu primeiro mandato de deputado federal.

Sâmia Bomfim

São Paulo

Sâmia Bomfim é formada em Letras pela USP, militante feminista, vereadora em São Paulo desde 2016 e deputada federal eleita.

Foi militante do movimento estudantil na universidade, onde participou do Diretório Central dos Estudantes e, mais tarde, tornou-se funcionária e compôs a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores.

Foi a mais jovem vereadora eleita na cidade de São Paulo e a primeira vereadora eleita pelo PSOL. Líder feminista, ela participou das marchas que levaram à cassação e prisão de Eduardo Cunha. Na Câmara, propôs projetos como o Escola Sem Censura e a CPI da Condição de Vulnerabilidade da Mulher. Em 2018, se elegeu deputada federal com quase 250 mil votos.

Sâmia Bomfim

Sâmia Bomfim

São Paulo

Sâmia Bomfim é formada em Letras pela USP, militante feminista, vereadora em São Paulo desde 2016 e deputada federal eleita.

Foi militante do movimento estudantil na universidade, onde participou do Diretório Central dos Estudantes e, mais tarde, tornou-se funcionária e compôs a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores.

Foi a mais jovem vereadora eleita na cidade de São Paulo e a primeira vereadora eleita pelo PSOL. Líder feminista, ela participou das marchas que levaram à cassação e prisão de Eduardo Cunha. Na Câmara, propôs projetos como o Escola Sem Censura e a CPI da Condição de Vulnerabilidade da Mulher. Em 2018, se elegeu deputada federal com quase 250 mil votos.

Luiza Erundina

Luiza Erundina

São Paulo

Luiza Erundina é assistente social e deputada federal pelo estado de São Paulo. Paraibana, foi a primeira – e melhor – prefeita da capital paulista entre 1989 e 1993, implementando políticas que mudaram profundamente a educação, o transporte e a saúde da cidade, tendo como secretários figuras reconhecidas como Paulo Freire, Marilena Chauí, Erminia Maricato, Paul Singer e Lúcio Gregori.

Erundina é conhecida pela forte defesa que faz da maior participação das mulheres na política, educação, saúde e reforma política. Foi candidata à Presidência da Câmara dos deputados após a renúncia de Eduardo Cunha, a quem enfrentou duramente até ter seu mandato cassado.

Em 2016, foi a candidata do PSOL à Prefeitura de São Paulo e, em 2018, foi reeleita deputada federal para o 6º mandato.

Luiza Erundina

São Paulo

Luiza Erundina é assistente social e deputada federal pelo estado de São Paulo. Paraibana, foi a primeira – e melhor – prefeita da capital paulista entre 1989 e 1993, implementando políticas que mudaram profundamente a educação, o transporte e a saúde da cidade, tendo como secretários figuras reconhecidas como Paulo Freire, Marilena Chauí, Erminia Maricato, Paul Singer e Lúcio Gregori.

Erundina é conhecida pela forte defesa que faz da maior participação das mulheres na política, educação, saúde e reforma política. Foi candidata à Presidência da Câmara dos deputados após a renúncia de Eduardo Cunha, a quem enfrentou duramente até ter seu mandato cassado.

Em 2016, foi a candidata do PSOL à Prefeitura de São Paulo e, em 2018, foi reeleita deputada federal para o 6º mandato.

Talíria Petrone

Rio de Janeiro

Talíria Petrone é historiadora formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, mestre em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense, professora da rede pública de ensino, vereadora e deputada federal eleita no RJ.

Militante negra e feminista, em 2016 foi eleita a vereadora mais votada de Niterói com mais de 5 mil votos. Ao mesmo tempo, sua amiga-irmã de lutas Marielle Franco se elegia vereadora da capital do estado do outro lado da Baía de Guanabara.

Em 2018. se elegeu Deputada Federal pelo Rio de Janeiro, a nona mais votada no estado, com 107.317 votos.

Talíria Petrone

Talíria Petrone

Rio de Janeiro

Talíria Petrone é historiadora formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, mestre em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense, professora da rede pública de ensino, vereadora e deputada federal eleita no RJ.

Militante negra e feminista, em 2016 foi eleita a vereadora mais votada de Niterói com mais de 5 mil votos. Ao mesmo tempo, sua amiga-irmã de lutas Marielle Franco se elegia vereadora da capital do estado do outro lado da Baía de Guanabara.

Em 2018. se elegeu Deputada Federal pelo Rio de Janeiro, a nona mais votada no estado, com 107.317 votos.